ETHOS INTEGRIDADE

Empresas associadas ao Ethos se destacam dentre as reconhecidas pelo Pró-Ética


17/11/2016

Compartilhar

Iniciativa do Ethos, desde 2010, em parceria com o Ministério da Transparência incentiva a adoção de práticas empresariais de integridade

Pró-Ética

Durante o 3º Fórum Empresa Limpa, organizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), 25 empresas foram reconhecidas pelo Pró-Ética, iniciativa que pretende reconhecer os esforços voluntários de empresas para implementar medidas de integridade. A premiação que ocorreu nesta quarta-feira, 16 de novembro, contou com a participação de Jorge Abrahão, diretor-presidente do Instituto Ethos.

Dentre as 25 selecionadas nesta edição, 17 são associadas ao Instituto Ethos e destas, 60% fazem parte do Grupo de Trabalho (GT) do Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção, desenvolvido pelo Instituto Ethos. O reconhecimento das empresas associadas ao Ethos por parte do Pró-Ética confirma o resultado positivo das iniciativas do Instituto em promover um ambiente de discussão e promoção de ideias, experiências para as empresas a ele associadas

As empresas associadas ao Ethos que foram reconhecidas são:

  1. 3M do Brasil
  2. ABB LTDA
  3. Alphatec S.A
  4. Banco do Brasil
  5. Banco Santander Brasil
  6. Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE
  7. Dudalina S.A
  8. Duratex S.A
  9. Enel Brasil
  10. GranBio
  11. ICTS – Global Serviços de Consultoria em Gestão de Riscos Ltda
  12. Itaú Unibanco
  13. Natura Cosméticos S.A
  14. Neoenergia
  15. Radix Engenharia e Desenvolvimento de Software S.A
  16. Serasa Experian
  17. Siemens Ltda

A análise das empresas é feita pelo comitê gestor do Pró-Ética, que é composto por 9 organizações, e o processo de avaliação é dividido em quatro fases: avaliação dos requisitos de admissibilidade, análise de perfil, questionário de avaliação e pontuação. Este ano, 195 empresas se candidataram, 91 enviaram o questionário devidamente preenchido, 74 cumpriam os requisitos de admissibilidade passaram pelo processo de avaliação.

O aumento em 100% do número de empresas inscritas este ano, comparado ao número de inscrições do ano de 2015 e aumento do número de reconhecidas (19, em 2015 e 25, em 2016) indicam um movimento das empresas em promover práticas mais íntegras, reduzindo os riscos de corrupção e fraudes. O Pró-Ética passou por uma reformulação em 2014 para incorporar, na avaliação, elementos da Lei Anticorrupção.

Histórico do Pró-Ética
A parceria do Instituto Ethos com a CGU (Controladoria Geral da União) surgiu em 2010  e tem como objetivo avaliar e divulgar as companhias voluntariamente engajadas na construção de um ambiente de integridade e confiança nas relações comerciais, inclusive nas que envolvem o setor público.
O processo de avaliação das empresas acontece anualmente e tem quatro fases: avaliação dos requisitos de admissibilidade, análise de perfil, questionário de avaliação e pontuação. O comitê gestor do Pró-Ética é responsável por analisar as aplicações e é formada pela Confederação Nacional de Indústrias (CNI), Federação Brasileira de Bancos (Febraban), BM&F Bovespa, Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio (MDIC), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Instituto de Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Instituto Ethos, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO).

Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção
O Instituto Ethos trabalha pela promoção de integridade e combate a corrupção desde sua fundação. Dentre suas ações, fundou o Pacto empresarial pela integridade e combate à corrupção em 2005, um compromisso público e voluntário, com o objetivo de unir empresas para a promoção de um mercado mais íntegro e ético. Em 2007, fundou o Grupo de Trabalho do Pacto, com o objetivo de auxiliar as empresas e entidades empresariais na implementação de políticas de promoção da integridade e combate à corrupção.
Todas as empresas associadas ao Instituto Ethos podem participar das reuniões do GT que possibilitam a troca de experiências, o aprimoramento das práticas empresariais e do marco regulatório anticorrupção no Brasil. O Instituto Ethos acredita que as empresas têm um papel determinante nessa luta e que podem se tornar uma referência exemplar para toda a sociedade. Convidamos sua empresa a se associar e se unir às nossas ações nesta área. Colocar links do Pacto e GT para o saiba mais

Para conhecer as empresas reconhecidas pelo Pró-Ética, acesse: http://www.cgu.gov.br/assuntos/etica-e-integridade/empresa-pro-etica

ESTUDO DO SISTEMA DE INTEGRIDADE NACIONAL, JÁ DISPONÍVEL Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 maiores empresas do Brasil e suas ações afirmativas

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.