ETHOS INSTITUCIONAL

Gigante do setor imobiliário se associa ao Ethos priorizando temas de integridade e diversidade


13/07/2017

Compartilhar

CEO conta expertise da empresa e planos futuros

 CEO da JLL Brasil (Jones Lang LaSalle), Fábio Maceira, explica a motivação da associação de um grupo de seis empresas da JLL ao Instituto Ethos. Em quase 20 anos de empresa, onde iniciou em Nova York, na área de Consultoria e Avaliações em 1998, Macieira falou sobre a atuação no mercado imobiliário e o investimento em práticas integras nas relações comerciais da empresa a fim de exprimir um posicionamento para área que atua.

Qual o principal objetivo para a associação de um total de 6 empresas do grupo JLL, concomitantemente, ao Instituto Ethos?
Fábio Maceira: Ética é um dos valores fundamentais da JLL e, juntamente com excelência e espírito de equipe, formam a essência de quem nós somos e de como nos relacionamos com todos os nossos públicos. E por termos compromisso com os nossos princípios em todos os negócios, estamos ampliando o protagonismo em ações que reforçam esse posicionamento. Embora a JLL seja composta por um grupo de empresas por razões operacionais, ela atua de forma unificada. Todos os nossos stakeholders – funcionários, clientes, fornecedores, mercado e a comunidade – nos veem como uma empresa única. Sabemos da importância do nosso papel para a promoção de um mundo melhor e, portanto, nossa associação ao Instituto Ethos visa reforçar nossas ações de sustentabilidade e responsabilidade social, nos colocando em contato com outras empresas que compartilham essa mesma visão. A troca de experiências e de conhecimento possibilitados por esta parceria certamente nos guiará na continuidade de nossos esforços para a construção de uma sociedade mais justa, inclusiva e sustentável.

“Sabemos da importância do nosso papel para a promoção de um mundo melhor e, portanto, nossa associação ao Instituto Ethos visa reforçar nossas ações de sustentabilidade e responsabilidade social, nos colocando em contato com outras empresas que compartilham essa mesma visão”.

 

Com números expressivos, de 77 mil funcionários; operações em mais de 80 países; e vendas, aquisições e transações financeiras totalizando aproximadamente US$ 136 bilhões, de que forma a empresa procurou manter seus valores centrais?
Fábio Maceira: Sim. A história da nossa empresa teve início há mais de 200 anos. Nosso crescimento se deu pela expansão de nossa base de clientes e pela ampliação da abrangência de nossos serviços e produtos, tanto organicamente, quanto por meio de estratégias de aquisições e fusões. Ao longo de todo esse tempo fomos nos reinventando sem, no entanto, perdermos a nossa essência e os nossos valores centrais. Nossa plataforma global, a abordagem colaborativa, o alto padrão ético e o conhecimento dos mercados em que atuamos nos permitem oferecer soluções imobiliárias integradas para atender clientes em qualquer lugar do mundo. Estamos constantemente investindo para nos anteciparmos às tendências do setor imobiliário globalmente, ao mesmo tempo em que mantemos sempre o nosso compromisso de continuar gerenciando o negócio de modo sustentável e com visão de longo prazo, o que pressupõe a análise minuciosa de riscos e oportunidades tanto financeiras, quanto ambientais e sociais. Creio que essas bases garantem, ao mesmo tempo, a agilidade de resposta estratégica frente às rápidas mudanças do mundo e a solidez para permitir a longevidade de nossa empresa.

Quais os principais objetivos que a empresa possui em relação à sustentabilidade?
Fábio Maceira: Nossa ambição é ser a empresa de serviços imobiliários mais sustentável globalmente, o que pressupõe, como já mencionei, garantir a sustentabilidade de nosso negócio no longo prazo, gerenciando estrategicamente riscos e oportunidades sociais, financeiras e ambientais, e ajudando nossos clientes a fazer o mesmo. Nosso posicionamento garante valor duradouro para os nossos clientes, funcionários, acionistas, para a comunidade e para o nosso setor como um todo. Essa é a nossa estratégia Construindo um Amanhã Melhor, na qual declaramos nosso compromisso de manter o crescimento, não apenas sustentado por investimentos financeiros. Esse crescimento só é possível graças às excelentes pessoas que trabalham em nossa empresa. Somos um negócio feito de pessoas para pessoas e foram a paixão e a expertise dessas pessoas que nos trouxeram até aqui. Um crescente número de evidências tem mostrado que os investidores estão analisando a cidadania das empresas para informar suas decisões de investimento. O foco na sustentabilidade de nossa empresa nos ajuda a impulsionar a eficiência operacional, atrair os melhores talentos e aumentar a produtividade, além de agregar valor duradouro aos nossos clientes.

“Nosso posicionamento garante valor duradouro para os nossos clientes, funcionários, acionistas, para a comunidade e para o nosso setor como um todo”.

 

O Instituto Ethos acredita que a atual conjuntura política e econômica é o momento no qual as empresas devem buscar a retomada do crescimento em bases sustentáveis. Você compartilha desse conceito?
Fábio Maceira: Acreditamos que as empresas devem atuar com responsabilidade tanto em suas operações, quanto no relacionamento com seus públicos estratégicos, reconhecer o valor da diversidade e ter a ética como premissa, independente do contexto político e econômico, pois só assim é possível trilhar um caminho de crescimento com base sustentável. A JLL aposta na retomada do crescimento do mercado brasileiro, por isso vem investindo na modernização de processos, no emprego da tecnologia e, sobretudo, na adoção de práticas baseadas na sustentabilidade pelo uso racional dos recursos ambientais. Começamos este trabalho junto ao Instituto Ethos através do autodiagnostico no sistema dos Indicadores para Negócios Sustentáveis e Responsáveis, passo inicial para que possamos estabelecer e acompanhar as metas de desempenho que buscamos atingir.

A JLL tem participado de encontros do GT de Direitos Humanos do Instituto Ethos mesmo antes da associação. Como a participação nestes encontros tem auxiliado na gestão dos programas de diversidade que a empresa possui?
Fábio Maceira: Acreditamos que participar de eventos e espaços como o GT de Direitos Humanos nos ajude a ampliar nosso conhecimento sobre os temas de diversidade, identificar boas práticas, aprender com o que não foi bem-sucedido nas outras empresas, o que nos permite desenvolver e aperfeiçoar as ações que desenvolvemos. Por exemplo, no ano passado participamos das oficinas para construção do Guia Temático para Promoção da Equidade Racial. Além de vivenciarmos o processo de elaboração dos indicadores, nos permitiu aprofundar sobre este tema e traçar uma estratégia para começar algumas ações na empresa.

Há interesse, pós associação, em virem a integrar outros GTs?
Fábio Maceira: Sim, este ano temos planos de nos envolvermos, por exemplo, no GTs de Integridade, Mobilidade Urbana, enfim, a associação nos abre as portas para esses fóruns que contribuem de forma valiosa para a ampliação da participação da empresa nas questões que envolvem a comunidade os recursos naturais.

Quais os cuidados adotados pela JLL para atuar no ramo imobiliário adotando práticas íntegras e transparentes?
Fábio Maceira: Um negócio que perdura por mais de 200 anos só é possível porque foi construído sobre uma base ética e íntegra muito sólida, e a reputação que nosso nome inspira é o nosso ativo mais valioso. Em tantos anos de história no mercado imobiliário, nunca sofremos nenhum processo relacionado à corrupção. Temos diretrizes rígidas que seguimos ao realizar negócios. Além de realizar due dilligence das operações de clientes sob nossa gestão, também alinhamos nossas diretrizes globais com as legislações locais em cada país onde atuamos. Sabemos que o sucesso que vimos conseguindo ao longo do tempo depende plenamente da conduta de cada indivíduo na empresa. Nosso Código de Ética Empresarial está disponível em 19 idiomas e é a base de nosso programa global Ética em Toda Parte, pelo qual somos reconhecidos há 10 anos consecutivos como uma das Empresas Mais Éticas do Mundo, pelo Instituto Ethisphere, líder global na definição e avanço de padrões éticos nas práticas de negócios. Aqui no Brasil, reforçamos nosso compromisso público global com a integridade no ambiente de negócios com a assinatura, no ano passado, do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção, lançado em 2006, por iniciativa de vocês, do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, em conjunto com outras entidades, como o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Em 2016, nos colocamos entre as 25 empresas brasileiras a obter a certificação de Empresa Pró-Ética – a única do mercado imobiliário! Este ano já iniciamos o processo de renovação, que vai ser concluído em novembro. Este mês também nos tornamos parceiros da Alliance for Integrity, uma iniciativa do Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ), que reúne empresas, organizações internacionais, entidades civis e públicas com o objetivo de promover a integridade no âmbito empresarial. Este conjunto de ações voltadas à Ética e ao Compliance nos traz um grande diferencial competitivo no mercado nacional.

Por Rejane Romano, do Instituto Ethos

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.