Projetos

sitemap:

Grupo de Trabalho Ethos ISO 26000

Recomende por e-mail

Desde o início do processo de criação da Norma Internacional ISO 26000 – Diretrizes sobre Responsabilidade Social, o Instituto Ethos empenhou-se para que a ferramenta tivesse um caráter transformador. Aliás, o envolvimento da entidade com a normatização da responsabilidade social é anterior à construção da ISO 26000. Já em 2002, tomava parte na comissão da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que, além de acompanhar as discussões da ISO nesse campo, desenvolvia a norma brasileira de responsabilidade social, a ABNT NBR 16001, publicada em dezembro de 2004.

O reconhecimento pelas empresas da necessidade de realizar mudanças na gestão dos negócios, que há muito vinham sendo demandadas pelas organizações da sociedade civil, representou, sem dúvida, um grande avanço. A própria produção da norma ISO 26000, além de ter sido uma clara evidência desse reconhecimento, contribuiu para superar as dificuldades nos setores resistentes ao entendimento de que a responsabilidade social trata do conjunto das atividades da organização, e não apenas da participação das empresas na solução de problemas sociais das comunidades.

Em setembro de 2004, a ISO havia criado o Grupo de Trabalho de Responsabilidade Social, incumbido de desenvolver a futura ISO 26000. Tratava-se de um fórum internacional com a participação de mais de 400 especialistas de 78 países e cerca de 40 organizações internacionais e regionais. por

Uma importante característica do processo de construção da norma foi sua preocupação em atender a múltiplos públicos interessados, algo inovador dentro da ISO. Assim, representantes de diversas categorias– consumidores, empresas, governos, trabalhadores, ONGs e prestadores de serviço, suporte, pesquisa e outros – se encontraram para debater as principais tendências e buscar um futuro consensual para a responsabilidade social no mundo.

O Instituto Ethos e o UniEthos tomaram parte na elaboração da norma como membros, respectivamente, das redes internacionais Forum Empresa e Red Interamericana de Responsabilidad Social Empresarial, ambas incluídas na categoria de organizações D-liaison.

Para apoiar sua atuação, o Instituto Ethos constituiu, em julho de 2005, o Grupo de Trabalho Ethos para a ISO 26000 (GT Ethos – ISO 26000), atribuindo a coordenação ao Uniethos, com apoio da consultoria Ekobé. O GT tinha três objetivos: fornecer subsídios às empresas associadas para que se atualizassem em relação aos temas discutidos durante o processo de elaboração da norma; dar aos participantes uma visão das tendências do movimento da responsabilidade social no mundo; e construir um espaço de troca e aprendizagem que contribuísse para os posicionamentos do Ethos e do UniEthos em relação à norma.

O GT Ethos – ISO 26000 contava com 70 organizações e quase 150 profissionais diretamente envolvidos. As empresas participantes representavam as cinco regiões do país e 25 setores da economia. Entre as atividades desenvolvidas pelo grupo, incluíam-se plenárias e oficinas de acompanhamento das deliberações internacionais da ISO e de capacitação nos temas tratados. E os participantes tinham acesso aos principais documentos e materiais referentes à futura norma, por meio de uma plataforma virtual exclusiva e de boletins eletrônicos periódicos desenvolvidos especialmente para o GT.

O processo foi longo. A versão final só foi lançada em novembro de 2010, em Genebra, na Suíça. A versão em português, traduzida pela ABNT com o apoio da delegação brasileira, foi lançada um mês depois, em São Paulo.

A norma contempla sete temas: direitos humanos, práticas de trabalho, meio ambiente, governança organizacional, práticas leais de operação, relacionamento com consumidores, envolvimento comunitário e desenvolvimento. Há ainda um capítulo específico de orientação sobre como integrar a responsabilidade social na organização.

Ao contrário das outras normas da ISO, a 26000 não é certificável nem tem caráter de sistema de gestão e é aplicável a todos os tipos de organização. Assim, para ajudar as empresas a implementar suas diretrizes, o Instituto Ethos promoveu uma ampla revisão dos Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial, transformando-os num instrumento prático de aplicação da norma.

Tags:
  • Não há tags associadas a esse post