Áreas de Atuação

Compartilhar

Jogos Limpos

A realização dos megaeventos esportivos é um grande desafio para o Brasil. Por outro lado, a Copa do Mundo de 2014 e Olimpíada e Paraolimpíada do Rio 2016 abrem grandes possibilidades para o país. O projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios quer aproveitar essa oportunidade para ampliar a transparência dos investimentos governamentais, aumentar a integridade nas relações público-privadas e fortalecer o controle social.

Para trabalhar essas questões, empresas, governos e candidatos a prefeitos serão chamados a assumir compromissos públicos de adotar medidas preventivas para combater fraudes e a corrupção. A sociedade civil terá acesso a ferramentas que ajudem no controle social dos investimentos públicos destinados aos grandes eventos.

O projeto Jogos Limpos, lançado em dezembro de 2010, é uma iniciativa do Instituto Ethos, com apoio da Siemens Integrity Initiative. Para planejar, orientar e implementar suas ações, o projeto constituiu uma série de comitês: o Comitê Nacional de Coordenação e Mobilização, dois Comitês Nacionais Temáticos e 12 Comitês Locais, um em cada cidade-sede da Copa do Mundo de 2014. Os comitês nacionais temáticos são: Comitê Jurídico; Comitê de Empresas e Investidores.

O projeto estabeleceu cinco estratégias principais para estimular a integridade, a transparência e o controle social dos gastos com a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos. A primeira é estabelecer acordos voluntários entre empresas dos setores de equipamentos hospitalares e saúde, construção civil, energia e transportes com o objetivo de ampliar a integridade nas relações público-privadas e combater o suborno e a corrupção. Em novembro de 2012, o projeto lançou os Indicadores de Transparência Municipal, para que a sociedade possa acompanhar os avanços, ou retrocessos, da abertura das contas públicas das prefeituras.

A terceira estratégia do projeto é formar pactos municipais de transparência com os candidatos a prefeito das cidades-sedes da Copa de 2014 no sentido de prestarem contas de suas campanhas e de garantirem o controle social dos investimentos públicos. A quarta estratégia, de Fortalecimento do Controle Social prevê a criação de instrumentos para auxiliar no controle social dos gastos nos investimentos públicos, como os Indicadores de Transparência Municipal. A quinta estratégia é a mobilização de cidadãos, organizações e empresas para a melhoria da legislação contra a corrupção.

 

Saiba mais sobre esse projeto em www.jogoslimpos.org.br

ESTUDO DO SISTEMA DE INTEGRIDADE NACIONAL, JÁ DISPONÍVEL Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 maiores empresas do Brasil e suas ações afirmativas

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.