ETHOS INSTITUCIONAL

Cortes do financiamento federal em pesquisa e educação requerem iniciativas imediatas


10/08/2017

Compartilhar

Ethos reitera a crítica ao sucateamento das universidades públicas e dos institutos de pesquisa no Brasil

Os cortes de financiamento realizados pelo governo federal em tecnologia, ciência e universidades é mais um reflexo do momento obscuro que a sociedade brasileira está submersa e denota o quanto as decisões agora adotadas impactam diretamente no futuro de nossa nação e suas gerações inclusive a curto prazo.

Enquanto a educação e a ciência sofrem os maiores cortes deste século, na calada da noite o Congresso, com apoio do governo Temer, cria fundo público de mais de 3 bilhões de reais para financiar as eleições de 2018. Isso significa 30% do que foi cortado desde 2015. Seria essa a prioridade?

As consequências do abandono às universidades públicas e à pesquisa são amplamente desfavoráveis para um país que busca retomar o crescimento em bases sólidas que contemplem a sustentabilidade.

A iniciativa do “tesourômetro”, que explicita o montante de cortes efetuados até o momento, nos impele a refletir sobre o quanto as áreas da ciência, tecnologia e humanidades padecem do mal da desvalorização. O que nos empurrará para o abismo do aumento das desigualdades e perdas consideráveis da eficiência em sustentabilidade socioambiental.

Cabe neste momento, que os distintos setores de nossa sociedade se posicionem em favor da educação e da ciência e mobilizem ações para pressionar a reversão desta decisão que compromete o presente e o futuro do Brasil

Saiba mais sobre o “tesourômetro” e acampanha “Conhecimento sem cortes” aqui.

CONTATO

  • endereçoRua Bela Cintra, 952 - 9º andar - Consolação
  • endereço01415-904 São Paulo - SP
  • telefone(55 11)3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioSeg a Sex - das 9:00h às 18:00h
  • imprensa(55 11)3897-2416 / [email protected]

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.