ETHOS

Jorge Abrahão participa da abertura da 15ª IACC, em Brasília


08/11/2012

Compartilhar

Sediado pela primeira vez no Brasil, a convite da Transparência Internacional, o evento contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff.

Iniciou-se nesta quarta-feira (7/11), em Brasília, a 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC), que se estenderá até sábado (10/11). Promovida pela Transparência Internacional (TI), organização não governamental dedicada ao combate à corrupção em todo mundo, e organizada pela Amarribo Brasil, representante da TI no país, e pela Controladoria-Geral da União (CGU), com o apoio do Instituto Ethos, a conferência está reunindo chefes de Estado e representantes da sociedade civil e dos setores público e privado para discutir boas práticas, compartilhar experiências e traçar estratégias comuns para o desenvolvimento de medidas de prevenção e combate à corrupção.

A abertura do evento contou com a participação da presidenta da República, Dilma Rousseff, do ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage, da presidenta da Transparência Internacional, Huguette Labelle, do presidente do Conselho da IACC, Barry O’Keefe, do fundador da Amarribo Brasil, Josmar Verillo, e do presidente do Instituto Ethos, Jorge Abrahão, cujo discurso de boas-vindas reproduzimos a seguir.

Discurso de Jorge Abrahão da Abertura da 15ª IACC

É com grande satisfação que, neste ano, o Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social se junta ao grupo de entidades organizadoras da 15ª Conferência Internacional Anticorrupção, na certeza de contribuir para a construção de uma sociedade justa e sustentável.

Estamos aqui com os nossos mais importantes parceiros desta jornada: a Transparência Internacional, que desde a fundação do Instituto Ethos, em 1998, tem sido a principal referência inspiradora de nossas iniciativas; a CGU, que tem liderado os avanços promovidos pelo governo federal no campo da transparência e do combate à corrupção; e a Amarribo Brasil, que, por meio da atuação em centenas de cidades, fortalece a rede de organizações de controle social.

O Instituto Ethos, ao longo de sua história, tem mobilizado e engajado empresas e organizações da sociedade civil na promoção da ética, da integridade e do combate à corrupção.

É importante valorizar o momento que estamos vivendo.

Depois de sediar a Rio+20, a principal conferência para o desenvolvimento sustentável, o Brasil acolhe, no mesmo ano, a mais importante conferência anticorrupção do mundo. É claro que elas têm diferentes naturezas, mas ambas tratam de temas centrais e dos desafios que devemos enfrentar para avançar em direção à sustentabilidade. O que une os dois diferentes momentos é a visão de que, se não produzirmos e consumirmos respeitando os limites do planeta, se não resolvermos a pobreza e reduzirmos a desigualdade e, não menos importante, se não respeitarmos práticas de integridade e transparência nas ações para a construção desse novo momento em que vivemos, não haverá desenvolvimento sustentável.

E, pela perspectiva dessa visão, ao se envolver com essas agendas, o Brasil passa a mensagem da importância que dedica a esses temas.

O Brasil, ao longo dos últimos anos, deu passos históricos no sentido de aprimorar seu sistema de integridade e de combate à corrupção.

É importante ressaltar que o enfrentamento desse tema exige o envolvimento de todos os setores: sociedade civil, empresas e governos. É uma causa cara a todos e que lida com os padrões de confiança de nossa sociedade.

É papel do Ethos atuar mobilizando e sensibilizando as empresas para serem parceiras na construção de uma sociedade justa e sustentável. Temos desenvolvido duas ações concomitantes: estimulamos as empresas para que desenvolvam práticas empresariais e, ao mesmo tempo, para que contribuam com a construção de políticas públicas e de um ambiente favorável ao desenvolvimento sustentável.

O Instituto Ethos, ao longo de sua história, tem engajado empresas e organizações da sociedade civil na promoção da ética, da integridade e do combate à corrupção.

As empresas estão cada vez mais conscientes de que a sustentabilidade é chave para seu desenvolvimento. A gestão da integridade é parte fundamental das dimensões econômica, ambiental e social da sustentabilidade, promovendo maior competitividade e oportunidade de negócios na direção de uma economia inclusiva, verde e responsável.

A noção de que o setor privado tem um papel fundamental nessa luta está cada dia mais clara e vem sendo trabalhada pelo Instituto Ethos como um de seus pilares de atuação, a partir da criação, em2005, do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção.

Com isso, uma série de atividades, produtos e instrumentos foram desenvolvidos junto com as empresas engajadas nessa causa, visando apoiar todo o setor empresarial na busca pela gestão da ética nos negócios, bem como pela criação de um ambiente de mercado favorável, com a construção de políticas públicas.

Recentemente, junto com a CGU, desenvolvemos o Cadastro Pró-Ética, configurando uma agenda positiva e voluntária das empresas que valorizam a promoção da agenda de integridade.

Hoje, defendemos a aprovação da PL 6826, que responsabiliza as pessoas jurídicas em atos de corrupção e será mais um pilar dessa agenda, depois da Lei de Acesso à Informação.

Neste momento, o Instituto Ethos, com muita honra, participa ativamente da construção deste encontro, que poderá inspirar e mobilizar cidadãos, organizações, empresas e governos no aprofundamento de ações para a promoção da integridade.

É com essa certeza que damos as boas-vindas a todos os participantes da IACC e esperamos juntos construir um mundo livre da corrupção, justo e sustentável.

Jorge Abrahão
Presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social

CONTATO

  • endereçoRua Bela Cintra, 952 - 9º andar - Consolação
  • endereço01415-904 São Paulo - SP
  • telefone(55 11)3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioSeg a Sex - das 9:00h às 18:00h
  • imprensa(55 11)3897-2416 / [email protected]

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.