ETHOS INSTITUCIONAL

Lançada campanha que busca requalificar o congresso nacional


07/03/2018

Compartilhar

Ethos é um dos apoiadores do movimento

Foi lançada nesta terça-feira (06) a campanha “Um novo Congresso. É necessário. É possível. E vai ser pelo voto”, que o Instituto Ethos é uma das organizações apoiadoras. O objetivo é conscientizar a população quanto à importância do congresso e, por sua vez, sensibilizá-la sobre a oportunidade de mudança neste ano eleitoral.

“Uma campanha para requalificar o congresso e não para renovar por renovar”, destacou o presidente emérito do Ethos, Oded Grajew. Para o cofundador do Fórum Social Mundial, Chico Whitaker, o movimento tem a proposta de “restituir ao povo a consciência”. Ele contou sobre como a ideia da campanha foi desenvolvida através do Tribunal Tiradentes, que realizou uma edição específica sobre o tema que pode ser assistida aqui.

A ex-jogadora de vôlei, que lidera o Instituto Esporte e Educação, Ana Moser, contou sobre a própria experiência em ações sociais e o quanto a ausência de políticas públicas emperra processos. Além disso, destacou a importância do diálogo como forma de aprofundar as questões. “Não dá para ficar na superficialidade, é preciso qualificar a informação”, disse Moser.

A campanha se propõe a restabelecer o propósito de que a representação esteja voltada à defesa dos anseios da população, em lugar de atender a influência do poder econômico, que tem perpetuado em que os políticos defendem interesses próprios ou das minorias com as quais estão comprometidos. “Quem está no poder quer se manter, até para não ter que pagar pelos crimes cometidos”, aponta Jorge Abrahão, presidente da Rede Nossa São Paulo.

Segundo o manifesto, “É importante eleger um Presidente da República comprometido com a justiça social e a democracia. Mas nenhum Presidente da República, seja quem for, conseguirá governar a serviço do povo se o Congresso não o representar”. O diretor presidente do Ethos, Caio Magri, observou que para tanto “é fundamental a capilaridade e o apropriamento da população, que é o foco da campanha por um novo congresso”.

Um “desafio muito grande de remar contramaré”, como pontuou gestor de projetos da Rede Nossa São Paulo, Américo Sampaio. Mas, Sampaio também observou que a “campanha traz o recado de que dá para ser diferente”.

Sobre a campanha
A agência nova/sb é a responsável pelo desenvolvimento da campanha “Um novo Congresso. É necessário. É possível. E vai ser pelo voto”, que conta com um vasto leque de materiais de divulgação: adesivos, bottoms, sacolas e camisetas.

As frases de efeito dão o tom da mensagem a ser transmitida, como “se você tem vergonha do Congresso Nacional, seja parte da mudança”. O diretor geral de criação da nova/sb, Átila Francucci, destacou que “a campanha foi pensada de forma a ser didática e pedagógica, para falar com a população em geral”.

Saiba mais sobre a iniciativa “Um novo Congresso. É necessário. É possível. E vai ser pelo voto” em: umnovocongresso.org.br

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.