ETHOS MEIO AMBIENTE

Reunião do Fórum Clima discute consequências do aquecimento global para o Brasil


17/03/2017

Compartilhar

Encontro contou com a participação de Carlos Nobre, pesquisador em mudanças climáticas

No dia 6 de março, aconteceu a reunião de trabalho da iniciativa do Ethos que discute mudanças e adaptação climáticas, focada na atuação empresarial que contou com a participação do climatologista Carlos Nobre. Em sua primeira reunião aberta, o encontro do Fórum Clima abordou a discussão das consequências do aquecimento global no contexto mundial, em especial no Brasil e a participação das empresas neste cenário.

A base da apresentação de Nobre está em seus dois trabalhos sobre a adaptação climática pelas duas maiores regiões metropolitanas do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. O convidado apresentou a evolução das temperaturas globais e comentou quais são seus efeitos em diversas áreas, entre elas, agricultura, vida oceânica, produção de energia e ocupação espacial. No caso dos oceanos, o pesquisador apontou que a vida oceânica é completamente alterada com o aumento de apenas 2 graus na temperatura das águas e que já é possível sentir os efeitos do aquecimento com a perda de uma vasta parede de corais. Destacou que a vida marinha é sensível e que a mesma é um termômetro para a vida terrestre, além de ser uma fonte econômica importante.

Sobre a atividade agrícola, Carlos ressaltou que, se o Brasil mantiver os níveis de emissão, no próximo século a técnica será bastante prejudicada. “Não existe fotossíntese para temperaturas acima de 45 graus. Além disso, a maioria dos alimentos que produzimos no Brasil são de clima ameno, temperado e portanto, o aumento da temperatura, prejudicaria a produção de alimentos básicos aos brasileiros. ”

No debate com os convidados, a vulnerabilidade das cidades litorâneas e da região sul do planeta também foram pautas discutidas. No mais, Nobre lembrou que as alternativas energéticas também são uma oportunidade de negócio para as empresas, além de mais vantajosas economicamente e ambientalmente.

Outro ponto abordado na reunião foi a publicação sobre o financiamento em adaptação às mudanças climáticas. O estudo, fruto de uma parceria do Ethos com o WRI e a WWF, pretende mapear os setores de maior risco e vulnerabilidade e sistematizar conteúdo relevante sobre financiamento. Além disso, vai analisar fundos internacionais e nacionais de adaptação e disseminar estes resultados.

Com a publicação, espera-se aumentar a sensibilização sobre a urgência do tema; ampliar a quantidade de projetos em adaptação; estimular a criação de recursos para adaptação no âmbito nacional e proporcionar uma maior troca de informações entre empresas. O lançamento está previsto para outubro de 2017, na Conferência Ethos.

A próxima reunião do Fórum Clima está prevista para 25 de abril, das 10h às 13h, local a confirmar. As empresas que desejarem fazer parte do grupo podem entrar em contato com Flavia Resende pelo e-mail [email protected].

Sobre o Fórum Clima
O projeto Fórum Clima – Ação Empresarial sobre Mudanças Climáticas é um grupo de trabalho criado para acompanhar os compromissos da “Carta Aberta ao Brasil sobre Mudanças Climáticas”. O Fórum é composto por empresas e organizações que acreditam que o setor empresarial pode dar sua contribuição para que o mundo realize a necessária transição para uma economia de baixo carbono, aproveitando novas oportunidades de negócios e reduzindo significativamente os impactos negativos das mudanças climáticas sobre o planeta.


Por Bianca Cesário, do Instituto Ethos

CONTATO

  • endereçoRua Bela Cintra, 952 - 9º andar - Consolação
  • endereço01415-904 São Paulo - SP
  • telefone(55 11)3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioSeg a Sex - das 9:00h às 18:00h
  • imprensa(55 11)3897-2416 / [email protected]

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.