Instituto Ethos

Compartilhar

Programa Compras Sustentáveis

Eixo temático

• Meio Ambiente

• Comunidade e Sociedade

• Governo

 

Principal objetivo da prática

Assegurar que todos os fornecedores da empresa cumpram a legislação e as demandas socioambientais, assim como verificar se incluem sustentabilidade em suas práticas e em sua cadeia de fornecedores. No caso daqueles de categorias definidas pela Alcoa como críticas (segmentos com maior risco em quesitos socioambientais), todos são avaliados por auditorias.

 

Motivação

Em 2005, com apoio de alguns stakeholders, foram identificadas questões sociais e ambientais fundamentais para a sustentabilidade da empresa e da sociedade. Com base nesse diagnóstico, a Alcoa preocupou-se em Implementar um processo regional de sustentabilidade na cadeia de fornecimento, com foco em avaliação, qualificação, contratação e manutenção de parceiros comerciais, alinhado com os objetivos e estratégias do programa global de sustentabilidade da companhia.

 

Descrição da prática

Pelos critérios do Programa Compra Sustentável, a empresa interessada em fazer parte da cadeia de fornecimento da Alcoa deve responder a um questionário básico, disponível no site da companhia, que avalia quesitos sociais, ambientais e de governança, saúde e segurança no trabalho, obrigações trabalhistas, erradicação do trabalho infantil e análogo ao escravo, atendimento à legislação ambiental e inexistência de qualquer tipo de discriminação no ambiente corporativo.

Para a contratação de fornecedores são levados em conta, ainda, critérios como preço, qualidade, durabilidade do produto, meio ambiente, sustentabilidade, pontualidade, entrega, aspectos socioambientais, serviços agregados e saúde financeira. Além disso, para evitar a contratação de empresas com risco de violação a direitos humanos, a companhia realiza consultas prévias à chamada “lista suja” do Ministério do Trabalho, aplica questionários específicos sobre o tema e verifica documentos que evidenciem o acato aos direitos humanos.

Os fornecedores das categorias de impacto socioambiental relevante respondem, além de ao questionário básico, a questões específicas de seu segmento. As respostas e evidências documentais são analisadas por um auditor interno ou externo, com visitas a alguns fornecedores para verificação das condições relatadas e inspeção das instalações físicas, com registro fotográfico.

A Alcoa também promove o Dia do Fornecedor (Alcoa Supplier Day), para alinhar processos e objetivos em relação à sustentabilidade e orientar empresas prestadoras de serviços na adoção de boas práticas de mercado. Para o Primeiro Dia do Fornecedor, em 2005, foram convidados apenas aqueles de segmentos considerados críticos pelo programa de sustentabilidade da Alcoa, a fim de lhes apresentar as ideias da companhia e executar algum ajuste necessário, a partir do feedback deles próprios. No mesmo ano, foi promovido o Segundo Dia do Fornecedor, dessa vez contando com cerca de 100 empresas, para conhecerem o programa e o portal do fornecedor. Em 2012, foi realizado um workshop, em Juruti, com cercade dez fornecedores locais

 

Investimento

Em termos financeiros, a Alcoa investe diretamente cerca de R$ 75 mil em controle e monitoramento.

 

Ferramentas de gestão

O projeto envolveu uma equipe multidisciplinar, formada para avaliar internamente a situação corrente, identificar oportunidades de melhoria e aperfeiçoar e levantar informações a respeito de outras iniciativas em sustentabilidade de empresas.

A implantação do programa ocorreu em etapas, segundo a criticidade de fornecimento, medida pela matriz de risco desenvolvida internamente.

A capacitação de gestores técnicos e compradores da empresa e a realização de oficinas para capacitação dos fornecedores preparam os envolvidos para a migração de todas as compras e contratos para o novo processo, apresentando resultados positivos na integração dos envolvidos nas ações de mobilização e capacitação para expansão do projeto.

 

Resultados e benefícios

A consolidação do programa integrou a sustentabilidade aos processos do Supplier Relationship Management (SRM), adotando uma abordagem inclusiva – e não impositiva – em relação aos fornecedores, e obtendo seu apoio para testar o modelo e se submeter à avaliação.

Em 2011, 30 fornecedores foram aferidos; em 2012, esse número saltou para 76, com 28 auditados no locais onde se situam – incluindo algumas empresas que prestam serviços aos fornecedores –, não havendo registro de descumprimento de direitos humanos.

Em 2012, a Alcoa contou com perto de 6 mil fornecedores em todo o Brasil, um pequeno aumento em relação a 2011 (5.800). Em termos de fornecedores significativos (os que realizam o maior volume de serviços prestados), a empresa mantém a mesma base de 2011, cerca de 1.100 contratos, todos com cláusulas de direitos humanos. Seu descumprimento pode levar à necessidade de adequação por parte do fornecedor – com prazo e orientação oferecida pela Alcoa – ou a seu descredenciamento.

Assim, nenhuma das operações da Alcoa no Brasil possui risco significativo de ocorrência de trabalho infantil ou de trabalho forçado ou análogo ao escravo.

 

Contato

Nome: Fabio de Andrade Abdala

E-mail: [email protected]

 

Dados da empresa

Nome: Alcoa

Setor: Mineração, metalurgia e siderurgia

Porte: Grande

Localização: São Paulo (SP)

Website: www.alcoa.com

 

 

CONTATO

  • endereçoRua Bela Cintra, 952 - 9º andar - Consolação
  • endereço01415-904 São Paulo - SP
  • telefone(55 11)3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioSeg a Sex - das 9:00h às 18:00h
  • imprensa(55 11)3897-2416 / [email protected]

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.