Instituto Ethos

Compartilhar

Costurando Realidades

Eixo temático

• Comunidade

• Sociedade

 

Data de início

Setembro de 2009

 

Principal

objetivo da prática O Projeto Costurando Realidades tem como objetivos o crescimento, o fortalecimento e acima de tudo a construção de uma nova realidade, por meio da costura, em comunidades carentes. No Morro dos Anjos e adjacências, localizado no bairro Caxambu, em Petrópolis (RJ), foi implantado para resgatar a autoestima de mães da comunidade, capacitando-as profissionalmente.

 

Motivação

A iniciativa nasceu da necessidade de inserção das camadas menos favorecidas no processo de desenvolvimento econômico e social do município de Petrópolis. Os dados populacionais do Morro dos Anjos indicavam, antes do projeto, um cenário preocupante e propenso ao desemprego:

  • A maioria dos moradores da comunidade não possuía qualificação profissional;
  • Do total, 30% eram analfabetos e 65% haviam cursado até a 4ª série do ensino fundamental;
  • A estrutura familiar encontrava altos índices de uniões instáveis, em que a mulher era sempre o “chefe” da família, além de registros significativos de violência doméstica.

Descrição da prática

Entre o conteúdo ministrado, destacam-se as aulas de costura em linha reta e curva, emendas, bainha, pesponto, refilamento, corte das pontas, caseamento, fixação de manga, botão, golas, colarinhos, punhos etc., entre agosto de 2009 e outubro de 2010.

 

Parcerias

O projeto, proposto pela GE Celma e gerenciado pelo Serviço Social da Indústria (SESI), por meio da Assessoria de Responsabilidade Social do Sistema Firjan, foi idealizado em parceria com a Fundação Interamericana, entidade que patrocina projetos sociais que possibilitem o desenvolvimento socioeconômico de comunidades de baixa renda, em uma iniciativa conjunta entre empresas e o terceiro setor. Em razão de sua experiência na área de projetos sociais, Associação Espaço Educativo São Charbel, a organização não governamental localizada em Morro dos Anjos, foi selecionada como executora do Costurando Realidades. O projeto contou ainda com entidades parceiras com diferentes atribuições:  Associação dos Voluntários da GE Celma (VOCE) – reforma do espaço da creche para a instalação da oficina de costura, com iluminação e piso adequados, entrada independente, pintura das paredes e reajuste da parte elétrica;

  • Kappauns – oferta de máquinas de costura a preços reduzidos e pela montagem da oficina (assessoria técnica);
  • Sindicato das Indústrias de Confecção de Petrópolis – mobilização de seus associados para a obtenção de insumos, como tecidos e aviamentos, não utilizados nas confecções locais;
  • Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase) – desenvolvimento de ações de voluntariado com os alunos de graduação dos cursos de Medicina, Enfermagem, Nutrição e Administração, válidas como atividades complementares para efeito de estágio supervisionado;
  • Associação dos Empresários da Rua Teresa – indicação dos formandos às empresas associadas;
  • Polo de Moda do Binem – indicação dos formandos às empresas da região.

Investimento

Foram investidos R$ 54 mil no desenvolvimento das atividades do projeto, dos quais 50% desembolsado pelo Fundo Firjan/IAF para o Desenvolvimento Social e os outros 50% pela empresa GE Celma Ltda.

 

Resultados e benefícios

Apesar das dificuldades do grupo de mulheres da população do Morro dos Anjos em acompanhar o conteúdo programático do curso, em razão dos baixos níveis de escolaridade, 90% das inscritas no projeto demonstraram perseverança e determinação para a conclusão das atividades propostas, buscando novos conhecimentos e ampliando seu campo de integração. Assim, 28 das 30 participantes receberam o certificado de capacitação em Costura de Tecido Plano.

 

Ferramentas de gestão

Representado por sua Assessoria de Responsabilidade Social (Asser), o Sistema Firjan realizou o monitoramento das atividades, assim como a avaliação das prestações de contas, a partir de indicadores quantitativos e qualitativos, selecionados em comum acordo com a instituição proponente:

  • Satisfação de necessidades básicas (alfabetização);
  • Aquisição de conhecimentos;
  • Autoestima;
  • Planejamento e gestão.

O relatório de atividades, um dos instrumentos de avaliação e monitoramento do projeto, teve como principal função informar aos financiadores os principais avanços e problemas apresentados, com base os indicadores estabelecidos pelo projeto. A visita de monitoramento, por sua vez, analisou o andamento das atividades, em conjunto com a instituição executora. Quanto à gestão financeira, os investimentos foram aplicados nos itens estabelecidos no projeto, apresentando recursos satisfatórios. A Associação Espaço Educativo São Charbel cumpriu o calendário de apresentação dos relatórios de prestação de contas, além das exigências solicitadas pela Auditoria da Firjan.

 

Contato

Nome: Simone Klein

E-mail: [email protected]

 

Dados da empresa

Nome: Sistema Firjan – Federação das Indústrias do Rio de Janeiro

Setor: Entidade Empresarial

Porte: Grande

Localização: Rio de Janeiro

Website: www.firjan.org.br

CONTATO

  • endereçoRua Bela Cintra, 952 - 9º andar - Consolação
  • endereço01415-904 São Paulo - SP
  • telefone(55 11)3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioSeg a Sex - das 9:00h às 18:00h
  • imprensa(55 11)3897-2416 / [email protected]

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.